17 de janeiro de 2017

Crônica da Semana: Olhos nos olhos.

0 comentários

Ele era mais um estendido na calçada, e ela o observava todas as manhã, enquanto caminhava sozinha ao seu trabalho. Em todas as manhãs, seu coração se aquecia com aquela imagem, seria ele o grande amor de sua vida? Como este sentimento poderia nascer assim? Ela se questionava... 

Numa manhã fria, após uma ventania arrancar o guarda-chuva de suas mãos, ela o viu levantar e correr... viu quando ele pegou seu guarda-chuva e caminhar em sua direção... e surpresas, olhos nos olhos ela reconheceu aquele olhar de infância... o mendigo era seu pai, que há anos a encontrou depois de fugir de casa, e contentou-se com frio de um passeio, só para ver a filha passar, respeitando assim.. o caminho que ela escolheu para a vida.

Leave a Reply