11 de janeiro de 2014

Patrulha Salvadora estreia neste sábado, 11 de janeiro; conheça a história

0 comentários

image

Em uma caldeira abandonada funciona secretamente o QG da Patrulha Salvadora. Os nove patrulheiros-mirins terão que usar seus superpoderes para enfrentar vilões e desvendar crimes misteriosos, sempre com a ajuda de informações adquiridas nas redes sociais - Frendibuqui e Twister – e através do computador central Júpiter. Esse é o enredo da nova série do SBT, com autoria de Iris Abravanel e direção-geral de Reynaldo Bourye direção Ricardo Mantoanelli, que estreia neste sábado, 11 de janeiro, às 20h30.

A cada episódio uma grande ocorrência deverá ser solucionada pelos patrulheiros, que se concentram no QG, lugar de onde monitoram todas as atividades do bairro.

Os aparatos usados por eles são feitos de peças de liquidificador velho, aspirador, baterias e todo cacareco que é encontrado em ferros velhos, misturados com laptops, tablets, smartphones e toda parafernália tecnológica moderna. Para ter acesso ao esconderijo é preciso ter a digital identificada numa antiga scanner, que dá acesso a sala principal do QG.

Cada membro da Patrulha possui um superpoder que é colocado em ação para restabelecer a ordem do bairro quando algum mistério, crime ou monstro coloca Kauzópolis em situação de risco.


Alicia (Fernanda Concon) possui o poder da ´velocidade´, Mario (Gustavo Daneluz) é um poderoso ´encantador de animais´, Davi (Guilherme Seta) possui uma excelente ´pontaria´,Cirilo (Jean Paulo Campos) possui o dom do ´coração puro´, Maria Joaquina (Larissa Manoela) sempre usa sua ´bolsa de utilidades´, Jaime (Nicholas Torres) tem o poder da ´força´, Carmen (Stefany Vaz) é dotada de uma poderosa ´visão´, Daniel (Thomaz Costa) trabalha com seu ´super-QI´ e, por fim, Rabito é o ´supercão´.

Os patrulheiros convivem com Jorge (Léo Belmonte), que aspira uma vaga no seleto grupo de super-heróis, mesmo sem ter qualquer poder.

Em Kauzópolis também funciona o Extratogésimo Sexto Distrito Policial, que é uma delegacia nada eficiente comandada pela delegada Olívia (Noemi Gerbelli) e com apenas dois funcionários: a investigadora Matilde (Ilana Kaplan) e o carcereiro Jurandir(Carlinhos Aguiar). A delegada sempre está com seu Leketete (leque que vira cassetete) em mãos para se defender, caso seja necessário. A estrutura da delegacia também é pequena e eles dispõem apenas de uma viatura, chamada Kambuiola. Como são raras as apreensões, o único que está atrás das grades é o esqueleto Morto de Fome. E, por mais que se esforcem, nunca conseguem desvendar nenhum mistério, mesmo assim, sempre levam o reconhecimento das resoluções dos crimes, que na verdade são feitos pelos patrulheiros.


A trilha sonora da série é composta por alguns sucessos herdados da novela Carrossel, que foram especialmente regravadas pelos atores da Patrulha Salvadora, como o caso das músicas: ´Os Super-Heróis´, ´Amiguinhos´, ´Adolescente´ e ´Rabito´. A trilha sonora também possui canções consagradas de grandes autores, como: ´O Carimbador Maluco´, de autoria de Raul Seixas, interpretada pela banda Vivendo do Ócio, e a música ´O Vira´, composição de João Ricardo e Luli, com gravação dos conjuntos Falamansa e Maskavo.Arnaldo Saccomani e Laércio Ferreira assinam a direção musical da Patrulha Salvadora.


PATRULHA SALVADORA
Estreia neste sábado, 11 de janeiro, às 20h30

Leave a Reply

Marcadores

2008 (197) Arquivo (374) Bahia (7) BBB (62) Como Pensam... (11) Crônica (1) Culinária (9) Filmes (44) Humor (84) Ivete Sangalo (3) Música (214) Notícias (42) Novelas (3) Política (23) Saúde (25) Televisão (941) Variedades (183) Veneno (3) Vídeos (167)