27 de outubro de 2012

Cantor Rod Stewart revela que usava cocaína pelo traseiro.

Cantor Rod Stewart revela que usava cocaína pelo traseiro

Foto: Getty Images

O cantor britânico Rod Stewart deu uma declaração polêmica durante entrevista para um programa americano. Stewart revelou que já usou cocaína pelo traseiro e que a droga seria dada ao astro em forma de supositório. "Fiz isso por um tempo”, afirmou o cantor. Ele pontuou, no entanto, que não era viciado na droga e que nunca precisou ir para uma clínica de reabilitação. “A cocaína nunca afetou minha família ou meus relacionamentos. Eu era apenas um usuário social", finalizou. A afirmação faz parte de uma biografia do cantor que deve ser lançada ainda este mês.

Mulher Melancia e Stephany Absoluta tentam encontrar namorado no programa da Eliana

Mulher Melancia e Stephany Absoluta tentam encontrar namorado no programa da Eliana

O quadro de namoro do programa da Eliana, no SBT, vai estar de cara nova em janeiro. “Rola ou Enrola” ganhará uma versão especial no mês das férias. Em vez de anônimas, cinco celebridades tentarão arrumar namorados. São elas: as cantoras Adriana Rybeiro e Sthefhany CrossFox, a assistente de palco Milene Pavorô, a Miss São Paulo Aline Pierri e a funkeira Mulher Melancia.

As gravações aconteceram na última quinta-feira (25) e teve a participação especial do cantor Léo Santana, que ajudou os homens a conquistarem as famosas. A nova versão de “Rola ou Enrola” estreia no dia 6 de janeiro de 2013 e termina em março. No entanto, segundo o diretor da atração, Ariel Jacobowitz, pode ser que o quadro com celebridades ganhe mais uma edição. "A Adriana [Ribeiro] fez muito sucesso", adiantou o diretor. As informações são do UOL.

José Loreto e o segredo das tatuagens em Avenida Brasil.

O ator fala do novo processo de efeitos especiais da Rede Globo e conta que dormia ‘banhado no talco’ por conta da maquiagem que usava em ‘Avenida Brasil’

 

Por TV CARAS

Câmeras escondidas Programa Silvio Santos

Morre aos 59 anos a atriz Regina Dourado; velório será neste sábado (27)

a-atriz-regina-dourado-posa-para-foto-2442000-1351003669340_956x500

Uma semana após ter sido internada, a atriz Regina Dourado, 59, morreu neste sábado, às 11h20, no Hospital Português, em Salvador. A atriz, que lutava contra um câncer de mama desde 2003, não resistiu às complicações causadas pela doença. Regina estava internada desde do dia 20. A informação foi confirmada pela assessoria do hospital.

Em entrevista ao jornal "A Tarde" dia 24 de setembro, Oscar Dourado, irmão da atriz,  disse que os familiares e amigos tinham consciência que o estado de saúde de Regina Dourado era irreversível. "Não há mais nada o que fazer, a não ser rezar e esperar o que Deus quiser. O importante é que os médicos têm feito de tudo para evitar mais sofrimento para minha irmã e garantir que a passagem (morte) seja feita de forma menos dolorosa", afirmou.

A assessoria de imprensa do hospital informou que, por determinação dos familiares, os boletins médicos sobre a doença da atriz, que fazia um tratamento contra o câncer, não seriam divulgados.

Embora esperada, a morte da atriz movimentou a entrada principal do Hospital Português. Assim que houve a confirmação por parte dos médicos, dezenas de fãs fizeram uma oração nas imediações da portaria do hospital.

"O que fica de Regina Dourado é a alegria, a imensa vontade viver. Ela foi, sem dúvida, uma atriz muito popular, que jamais abandonou as suas origens", disse a professora Áurea Santana, 34.

"Quem gosta de novela jamais vai esquecer a brilhante participação de Regina Dourado em ‘Explode Coração’, quando popularizou um bordão (stop, Salgadinho) que foi repetido por milhões de brasileiros durante muito tempo", afirmou a funcionária pública Nina Caldas, 47.

O velório da atriz será realizado no cemitério Jardim da Saudade e irá começar após a liberação do corpo do hospital,ainda sem horário previsto. Inicialmente, a cerimônia será só para amigos mais próximos e familiares.

No final da noite, o velório será aberto ao público. O corpo da atriz será cremado no domingo (28), às 16h30, no mesmo local.

Doença

Há nove anos, após uma consulta de rotina, Regina foi diagnosticada com câncer de mama. Em 2003, ela foi operada para a retirada de um tumor na mama direita e, sete anos depois, foi submetida a mais uma cirurgia porque a doença atingiu a mama esquerda.

A atriz foi internada novamente em 20 de setembro em estado gravíssimo, em decorrência de complicações do câncer . Menos de 48 horas após ser internada, depois de passar mal em casa, os médicos decidiram, em comum acordo com os familiares, suspender a quimioterapia.

"Minha irmã está sedada e com poucos momentos de lucidez. O quadro dela é irreversível", disse Oscar Dourado em entrevista ao UOL na última terça-feira (23).

Carreira

Nascida em Irecê (374 km de Salvador), em 22 de agosto de 1953, Regina Dourado começou cedo na carreira de atriz. Aos 15 anos, ela já estava atuava na Companhia Baiana de Comédia e praticava aulas de canto e dança. Dez anos mais tarde, a artista conseguiu seu primeiro papel na televisão, na série “A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água”, dirigida por Walter Avancini e exibida na Globo.

Atriz de teatro, cinema e TV, onde foi escalada para mais de 20 programas, Regina Dourado teve seu maior destaque na novela “Explode Coração" (1995), de Glória Perez. Na trama da Globo, ela interpretava Lucineide, que ficou famosa por criar o bordão "stop, Salgadinho", usado quando falava com o marido, interpretado por Rogério Cardoso.

A estreia de Regina em novelas aconteceu em 1979 com “Pai Herói”, de Janete Clair, onde interpretava Nancí. Em seguida, ela conseguiu diversos papeis em novelas como “Cavalo Amarelo” (1980), “Pão Pão, Beijo Beijo” (1983) e “Roque Santeiro” (1985), além da já citada “Explode Coração".

Além das novelas, Regina também se destacou em minisséries e seriados, como “Lampião e Maria Bonita” (1982), “O Pagador de Promessas” (1988), “O Sorriso do Lagarto” (1991) e “Tereza Batista” (1992). Na Globo, o último trabalho da artista foi em "América", de Glória Perez, em 2005. Na sequência, a atriz foi para a Record, onde atuou nas novelas "Bicho do Mato" (2006) e "Caminhos do Coração" (2007).

O teatro tampouco foi esquecido por Regina, que trabalhou nas montagens de “Memórias de um Sargento de Milícias”, “Declaração de Amor Explícito”, “Rei Brasil 500 Anos, Uma Ópera Popular” e “Tratado Geral da Fofoca”. No cinema, a atriz estreou com uma pequena participação no filme “Amante Latino”, em 1979, e logo depois cantou na trilha de “O Encalhe - Sete Dias de Agonia” (1982). Seu primeiro grande papel na telona veio em 1984, quando trabalhou no filme “Baiano Fantasma”.

Em seguida, ela atuou em "Tigipió - Uma Questão de Amor e Honra" (1986), "Corpo em Delito" (1990), "Corisco & Dada" (1996) e "No Coração dos Deuses" (1999). Seu último longa foi “Espelho d'Água - Uma Viagem no Rio São Francisco”, em 2004.

No final de 2003, após uma consulta regular, Regina Dourado anunciou publicamente que tinha um câncer de mama. Em entrevista à TV Bahia (Globo), a atriz disse que, no início, ficou perdida. “O momento da notícia é terrível, fica uma perplexidade. Eu achei que eu nem cheguei a ter consciência da gravidade naquele momento. Eu fiquei muito mais perplexa do que qualquer coisa, meio perdidona”, afirmou.

Ainda na entrevista, a atriz disse que não se considerava vítima por ter contraído a doença. “A recuperação é dolorosa, é difícil, não é mole não. Porém, passa. Não me sinto absolutamente vítima por ter tido câncer. Não me sinto infeliz no sentido de que sou uma coitada e que de uma certa forma as pessoas têm que dividir comigo essa infelicidade. Eu não me sinto desta maneira, mas também não digo que é fácil".

"É óbvio que eu tenho momentos de angústia, de tristeza, de insegurança, de medo". De acordo com familiares, a última atuação de Regina Dourado aconteceu em abril deste ano, na Concha Acústica do TCA (Teatro Castro Alves), em Salvador, quando participou do espetáculo “Paixão de Cristo”.

23 de outubro de 2012

Irmão de Regina Dourado: “O estado dela é terminal”

Atriz baiana, que luta contra o câncer desde 2003, teve metástase este ano e está internada em Salvador

Regina Dourado está internada em Salvador. Foto: Divulgação/TV Globo

Com estado de saúde gravíssimo, Regina Dourado segue internada no hospital no Hospital Português, em Salvador . De acordo com seu irmão, o fotógrafo Oscar Dourado , a atriz de 59 anos teve metástase neste ano e a medula óssea foi afetada, o que torna seu quadro irreversível.

Em 2003 e em 2010 ela enfrentou dois cânceres que comprometeram seus sistemas circulatório e de defesa. “O estado dela é terminal, vários órgãos estão comprometidos. Ontem ela ainda teve uns lampejos de lucidez, mas hoje ainda nada. Ela está sedada para não sentir dor, queremos que ela parta em paz e com dignidade”, disse ele, pedindo para que os fãs da irmã orem por ela. “Só os parentes mais próximos estão no quarto dando todo o carinho e afeto que ela merece.”

Trajetória na TV

Regina Dourado começou a carreira de atriz aos 15 anos na Companhia Baiana de Comédias. Ela estreou na TV em 1978 no especial “A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água”, dirigido por Walter Avancini . No ano seguinte, fez sua primeira novela, “Pai Herói” de Janete Clair . Na Globo, Regina atuou em “Roque Santeiro” (1985), “Felicidade” (1991) e “Renascer” (1993), entre tantas outras novelas.

A atriz também passou pelo SBT e em 2006 foi contratada pela Record. Seu último trabalho na TV foi em 2008 na novela “Mutantes - Caminhos do Coração”.

    21 de outubro de 2012

    Fátima Bernardes grava edições do "Encontro" para período de férias. *

    Fátima Bernardes apresenta o "Encontro com Fátima Bernardes" (19/10/12)

    Fátima Bernardes, até com boa antecedência, começou a gravar edições especiais do seu programa que serão exibidas na Globo entre o Natal e a segunda semana de janeiro. Duas já estão prontas e uma outra será realizada no próximo dia 24, movimentando convidados e atrações musicais. Conforme planejado, haverá sempre uma gravação por semana, até se chegar ao número desejado.

    O “Encontro”, que estreou dia 25 de junho, começou passando a impressão de que iria se manter distante da concorrência – Record e SBT - no horário de confronto. Não foi bem isso que aconteceu, e os desenhos de Silvio Santos principalmente, durante algum tempo chegaram a liderar.

    Hoje, porém, o programa da Fátima tem oscilado entre 6 e 7 pontos, dividindo ou ocupando a primeira posição. De qualquer forma, o seu lançamento serviu para mexer não somente com as manhãs da Globo, mas também para acordar as concorrentes. Percebe-se, através desses dados e da repercussão causada, que toda faixa matinal foi valorizada.

    Por Flávio Ricco

    ‘O que rola entre um casal não é para ser falado’, Victor Ramos comenta declaração de Nicole Bahls *

    ‘O que rola entre um casal não é para ser falado’, Victor Ramos comenta declaração de Nicole Bahls

    Depois da polêmica declaração da ex-panicat Nicole Bahls, que disse ter sido traída por seus ex-namorados, Victor Ramos e Gustavo Salyer, porque não “gostava de dar o bumbum”, o jogador do Vitória decidiu comentar o depoimento, preservando sua privacidade. “Não tenho o que falar. O que rola entre um casal não é para ser falado. Não costumo falar de mim, nem ficar declarando coisas deste tipo”, afirmou em entrevista ao site Ego.

    Sobre os comentários do jornalista Léo Dias, do jornal “O Dia”, que disse que Victor teria feito sexo anal com Nicole e que teria “errado o buraco”, o jogador disse: “Não falei isso. Quem falou isso foi a própria Nicole dentro da ‘Fazenda’. Mas como disse antes, não costumo falar de mim”.

    20 de outubro de 2012

    Sem barba graças à ação da Gillette, José de Abreu enterra o personagem Nilo

    Sem barba graças à ação da Gillette, José de Abreu enterra o personagem Nilo

    Foto: Roberto Teixeira/EGO

    Nilo, personagem de Avenida Brasil, morreu envenenado na última terça-feira (16), mas só nesta sexta (19) ele foi enterrado de vez pelo seu intérprete, José de Abreu. A ação da Gillette que prometia acabar com o visual “homem do saco”, que o ator manteve durante os nove meses da novela, foi colocada em prática em um evento organizado no Rio de Janeiro. José, que recebeu um cachê de R$ 200 mil para se livrar da barba, admitiu ao site Ego que se sente aliviado sem os pelos.  "Estou me sentindo nu. Só da para ter uma barba daquela para um trabalho. Minha mulher vai adorar", comemorou.

    Isis Valverde desembarca em Salvador para gravar 'O Canto da Sereia'

    Isis Valverde desembarca em Salvador para gravar 'O Canto da Sereia'

    A atriz Isis Valverde está com a agenda lotadíssima. Mal saiu da personagem “Suelen” de Avenida Brasil, a moça já está de viagem marcada para Salvador. Isis desembarca na capital baiana na próxima semana, onde começa a gravar a minissérie global “O Canto da Sereia”, prevista para estrear no começo de 2013. Na trama, ela interpreta uma cantora de axé. Valverde tem feito aulas de canto para não precisar de dublagem nas gravações. A minissérie terá apenas quatro capítulos e conta ainda com a participação de Gabriel Braga Nunes.                                                       Por Marcela Gelinski

    13 de outubro de 2012

    Menina da tapa na cara da amiga após erro de gravação UMA ESTRELA QUE BRILHA, BRILHA, BRILHA

    Ô menininha nervosa…

    Eles por ele–Eterno Boni da Globo!

    Por Keila Jimenez em 09/10/2012 na edição 715 - Reproduzido da Folha de S.Paulo, 7/10/2012

    capa-do-livro-do-boni-de-jose-bonifacio-de-oliveira-sobrinho-novembro11-1322581752832_300x300

    Reza a lenda, na Globo, que José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, ex-comandante da emissora, nunca se mostrava satisfeito.

    Quando um autor lhe apresentava um texto pela primeira vez, ele dizia: “Não está bom, faz outro”. Ao ver uma cena, um cenário, uma nova iluminação, a ordem se repetia. “Está uma droga, faz outro”. Se alguém levasse o filho recém-nascido para o chefão conhecer, ouviria: “Não está bom, faz outro”.

    A brincadeira, que segundo Boni foi criada pelo amigo Chico Anysio (1931-2012), não está distante da verdade.

    Detalhista, o criador do “padrão Globo de qualidade” liga diariamente para a TV Vanguarda, afiliada da Globo com sede em São José dos Campos (SP), da qual é acionista, a fim de dar suas recomendações.

    “Manda incinerar o vestido dessa apresentadora”, ordenou dias atrás, ao ver uma profissional com uma roupa que considerou inadequada.

    “Envio também tudo por escrito, para não haver dúvidas nem surpresas”, conta Boni, conhecido por seus famosos memorandos.

    Mas nem por isso ele escapa das surpresas. O executivo que por mais de 30 anos determinou os rumos da Rede Globo, da qual se desligou em 1997, soube por um comunicado oficial que a emissora trocara de comando.

    Após dez anos como diretor-geral da Globo, Octávio Florisbal passou o bastão para o até então diretor-geral de jornalismo do canal, Carlos Henrique Schroder.

    Em entrevista à Folha, Boni faz a sua leitura da mudança e das diferenças entre os perfis de Florisbal e Schroder.

    Antenado com a influência das jovens tecnologias sobre a sexagenária televisão brasileira, Boni fala do caminho que deve ser traçado pela Globo agora, enfrentando TV paga e novas mídias.

    Revela que quase comprou o SBT e que desfez um contrato já assinado com Silvio Santos. Admite também que evita assistir TV demais, porque não consegue conter as críticas aos concorrentes, à Globo e ao próprio filho, Boninho.

    Qual sua opinião sobre a saída de Octávio Florisbal da direção-geral da Globo?

    José Bonifácio de Oliveira Sobrinho(Boni) – Apesar de ser esse o projeto do Florisbal, fiquei triste. Ele aglutinou equipes, trouxe de volta o prazer de fazer bem feito na Globo. Por outro lado, enfrentou a chegada de outras plataformas de mídia. Para a Globo, que sempre foi um veículo de massa, essa competição é dura. Mas ele acertou sendo conservador nesse período. Resolveu não arriscar, não fez grandes mudanças.

    Foi repentina essa troca de comando na emissora?

    Boni –Achei que demoraria mais. Fui pego de surpresa, mas sei que essas coisas na Globo são repentinas. Faz parte do folclore da empresa.

    Florisbal e Shroder são muito diferentes?

    Boni –Schroder não tem o perfil conciliador do Florisbal, que tem a paciência entre as suas virtudes. Mas o Schroder é um executivo. Quando tinha um grande evento jornalístico, com muitas entradas ao vivo, podíamos confiar nele e ir dormir tranquilos. Schroder é muito competente e está sendo preparado há uns cinco anos para o cargo.

    Agora então é a vez de o jornalismo mandar na Globo?

    Boni –Na minha leitura, a Globo se dividiu em duas: uma empresa produtora de conteúdo e uma de distribuição e comercialização. É assim que funciona nas grandes TVs do mundo. O Willy Haas [diretor comercial e de novos negócios] não terá ninguém interferindo no trabalho dele de comercialização. E o Schroder terá a possibilidade de expandir o conteúdo da Globo de olho na programação do futuro, que será de eventos, esportes e jornalismo, tudo ao vivo. Tudo o que é gravado vai se tornar on-demand.

    O jornalismo vai ter mais espaço que o entretenimento?

    Boni –A turma do entretenimento está com medo disso. Mas é natural. Na TV ou na fábrica de linguiça, mudou o chefe, eu penso: “Será que vou perder o meu emprego?”.

    O que vai sobrar de jornal, rádio e TV com essas plataformas que estão aparecendo?

    Boni –Vai sobrar a credibilidade. Empresas como Globo, Grupo Folha e New York Times, que têm respeitabilidade, continuarão. Haverá um duto único, por onde vai passar tudo, todos os conteúdos.

    É a convergência?

    Boni –É a abrangência [risos]. A convergência implica a adaptação de vários meios uns aos outros, convergindo para virar uma coisa só. Não será assim. Cada meio terá sua própria personalidade, e todos serão acessados por um mesmo caminho.

    Por que a Globo, mesmo perdendo audiência, segue com a maior fatia dos investimentos publicitários?

    Boni –Não é só audiência que conta para o mercado, é também a qualificação do público. A Globo tem a maior concentração de público consumidor. Além da excelência da programação, tem uma concorrência medíocre. A Record fez aquele pastiche da Globo, que nadou, nadou e bateu a cabeça no teto. O SBT segue com aquele ritmo conservador.

    Você quase foi para o SBT?

    Boni –Cheguei a assinar um contrato com o SBT, mas tinha uma cláusula em que o Silvio Santos não poderia apitar na programação. No mesmo dia, de madrugada, o Silvio me ligou e disse que não podia aceitar a cláusula. Desfizemos o acordo. Ele não deve ter dormido, pensando em deixar de mandar no SBT, e eu não estava dormindo, pensando em como ia mandar na TV do Silvio Santos [risos].

    Pensou em ir para a Record?

    Boni –Cheguei a conversar sobre a possibilidade de fazer produções terceirizadas para eles, mas não deu certo.

    Você conhece Roberto Marinho Neto, que assumiu a direção de projetos esportivos na Globo?

    Boni –É um ótimo garoto, inteligente, vai subir rápido lá. Acho bom essa juventude chegando. Eu e o Walter Clark tínhamos 29 anos [a idade de Marinho Neto] quando assumimos a Globo.

    Dará tempo de o país se digitalizar até o apagão do sinal de TV analógico, em 2016?

    Boni –Não há dinheiro nas TVs para digitalizar 8.000 repetidoras. Vão ter de adiar.

    Acredita que a TV paga no Brasil seguirá crescendo nesse ritmo acelerado?

    Boni –Claro. Ela está começando a ter a sua própria produção de qualidade. Gostei do Sessão de Terapia, do GNT.

    Acha que o Rupert Murdoch (dono da Fox) será sócio de um canal aberto no Brasil?

    Boni –Pode ser. Tem de ver como ficará a situação da RedeTV!, que não paga direito os funcionários, e como vai ficar a MTV, que a Abril quer vender [procurado, o grupo Abril sustenta que não há negociação em andamento].

    E o Silvio Santos, vai vender o SBT?

    Boni –Não. O Silvio adora aquilo lá, e as filhas dele estão se interessando. Anos atrás, eu quis comprar o SBT, com um grupo de investidores. Ele não quis vender.

    Você ainda quer ter um canal de notícias?

    Boni –Quero, mas não consigo. Cheguei a conversar com o Fernando Di Genio [dono do Grupo Objetivo e de canais como a MixTV] sobre isso. Depois conversei com a própria Abril, para transformar a MTV em canal de notícias, mas nada avançou.

    O que você gosta de ver na TV?

    Boni –Eu não vejo muita TV, porque minha mulher não deixa [risos]. Se eu quiser ver, tenho de me trancar no quarto, porque fico resmungando enquanto assisto: “Olha essa luz! Que texto é esse?”.

    A repetição de elencos na Globo incomoda você?

    Boni –Esse uso de elenco sem critério, emendando uma novela na outra, participando de todos os programas, começou na gestão da Marluce [Dias, que foi diretora-geral da Globo]. Parece teatro com a coxia aberta. Com a super exposição, o mito desaparece. Perde o encanto, perde audiência.

    Você palpita nos programas do seu filho Boninho?

    Boni –Um pouco. Outro dia estava vendo o Rock in Rio na TV, transmissão com direção dele, e comecei a ficar incomodado com a falta de crédito na tela e outras coisas. Liguei para o celular do Boninho, mas ele não pôde atender. No outro dia, me pediu desculpas por não poder falar comigo, disse que estava na correria, “trabalhando”. Eu disse que tudo bem, mas que “trabalhando” ele não estava não. Se estivesse, não teria esse, aquele e aquele outro problema na transmissão... [risos]

    ***

    [Keila Jimenez é colunista da Folha de S.Paulo]

    ‘Rebelde’: Último capítulo da novela marca apenas 3 pontos. *

    Cena do último capítulo de "Rebelde", da Record

    Exibido num feriado, o último capítulo de “Rebelde” pôs fim à novela com uma nota triste. A novela adolescente da Record marcou apenas 3 pontos de média em seu desfecho. Um dos menores índices da história da dramaturgia da Record. Quando estreou, a trama costumava marcar dois dígitos. No mesmo horário, a Globo marcou 30 pontos e o SBT 11 pontos.

    SBT cancela “A Melhor Música Brasileira de Todos os Tempos”

    Depois de registrar uma grande votação em musicas com letras de duplos sentidos, o SBT resolveu cancelar o programa que iria escolher a melhor musica brasileira de todos os tempos, o fato não é novidade para quem acompanha o Programa Sílvio Santos, onde o apresentador reclamou, diversas vezes, das musicas que estavam liderando a escolha popular, e por algumas vezes disse que se fosse paea escolhar “porcarias” ele preferia não dar continuidade no processo.

    Dito e feito!

    Daniela Mercury - Ilê Pérola Negra - Avo Sessions 2011 Suíça

    Domingo Legal: Latino e Maria Joaquina lançam música, Syang no Jogo do Amor e Henriquédia cai no Telegrama Legal

    No Domingo Legal deste domingo, 14 de outubro, Celso Portiolli recebe a atriz Larissa Manoela, a Maria Joaquina de Carrossel. No palco, ela interpreta a música "Beijo, Beijinho, Beijão" e aproveita para lançar "Bom Dia", canção do novo álbum da novela.

    O cantor Latino também anima o programa Domingo Legal deste domingo. No palco comCelso Portiolli, o artista apresenta os maiores sucessos de sua carreira e aproveita para mostrar seu novo hit: "Despedida de Solteiro".

    Você ainda confere no programa deste domingo:

    Jogo do Amor: Syang e seu marido Eduardo participam do quadro. Na brincadeira, a dupla tem que reponder a perguntas íntimas sobre seu relacionamento. Cada resposta errada rende um "castigo".

    Construindo um Sonho: o quadro premia Regina e sua filha Ariane, que moram sozinhas em Taboão da Serra/SP. Abandonada pelo marido, Regina, que é professora, faz bicos como lavadora de formas em uma padaria. O dinheiro ganho com muito sacrifício é usado nas despesas da casa e criação da menina.

    Telegrama Legal: Charles Henriquepédia cai na brincadeira. Tentando cantar uma menina, ele cai na maior fria. A produção do programa arrumou um falso namorado para a garota, que dá o maior susto no humorista que sabe tudo de televisão.

    DOMINGO LEGAL - Neste domingo, a partir das 11h

    Mulher que deu nome à Lei Maria da Penha diz que Carminha não sofreu violência doméstica. *

    Mulher que deu nome à Lei Maria da Penha diz que Carminha não sofreu violência doméstica

    A trama da novela "Avenida Brasil", da TV Globo, deu o que falar também no campo jurídico. As opiniões divergem muito quando o assunto é o capítulo da última segunda-feira (8), quando a vilã Carminha (Adriana Esteves) teve todas as suas armações descobertas, foi escorraçada da mansão onde vivia e ainda levou uma bofetada do marido traído, Tufão (Murilo Benício). Enquanto a maioria dos telespectadores - que fizeram o episódio bater recorde no Ibope, com 49 pontos - se regozijava com o castigo dado a Carminha, especialistas no assunto criticaram a atitude.

    Em entrevista ao Bahia Notícias, a advogada mineira Rose Oliveira, disse que, neste caso, a arte não imitou a vida. Apesar de ter sido traído e de todos os crimes que a personagem possa ter cometido durante o matrimônio, a vilã teria direito a boa parte dos bens do ex-jogador. E mais: segundo Rose, a Lei Maria da Penha pode ser aplicada contra a família de Tufão por proteger a mulher da violência no âmbito familiar.

    "Muitos telespectadores sentiram-se vingados [...]. Mas o que passa pela cabeça do sujeito em casa, que cresceu em uma sociedade machista como a nossa, quando vê um dos heróis da trama empregando violência doméstica?". O questionamento é do jornalista e professor Leonardo Sakamoto, em seu blog no UOL. "Que tal processar Tufão pela Lei Maria da Penha?", indagava o título do post de Sakamoto.

    E, com tanta gente citando a Lei Maria da Penha, a Folha de S. Paulo foi atrás da própria para ouvir a sua opinião a respeito do assunto. Maria da Penha Maia Fernandes, 67, farmacêutica que dá nome à Lei 11.340, sancionada pelo ex-presidente Lula em 2006, discorda da advogada e do jornalista sobre a aplicação da lei no caso da vilã global.

    "Essa mulher, Carminha, não tinha a liberdade cerceada nem corria risco de morrer. Não era humilhada nem impedida de sair de casa, coisas que poderiam caracterizar uma violência motivada pelo gênero, doméstica". Maria da Penha, no entanto, diz que o fato de uma mulher trair o marido não justifica a agressão. Mas enxerga, no caso de Carminha, "uma violência causada por valores morais, que motivou outras mulheres da novela a aprovarem o resultado".

    Para a delegada Isilda Cristina Vidoeira, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na zona sul de São Paulo, Carminha poderia, sim, denunciar Tufão. "Eu não julgo a sua conduta. Mas ela é mulher dele e foi agredida", diz. "Se você perguntar se gostei de ver Carminha apanhar, digo que sim. Mas está certo? Não, não está", completa.

    Morre criador de "Os Trapalhões"; corpo será cremado neste domingo. *

    http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121013180910.jpg

    Reprodução

    Wilton Franco, criador do programa "Os Trapalhões", morreu aos 82 anos neste sábado (13), em Penha, no norte de Santa Catarina.

    Em casa, Franco teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e foi encaminhado para o Hospital Nossa Senhora da Penha. Porém, ainda na ambulância, teve uma parada cardiorespitatória e faleceu por volta das 10h30.

    Nos últimos anos, Wilton Franco trabalhava como consultor do Parque Beto Carrero World.

    De acordo com a assessoria, o corpo do ex-diretor foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) às 12h deste sábado. O velório começou por volta das 17h na Capela Mortuária de Penha, no cemitério da cidade.

    O corpo de Wilton Franco será cremado na manhã deste domingo (14), em Balneário Camboriú, no Crematório Vaticano.

    * Na Telinha

    3 de outubro de 2012

    Record antecipa o fim de “Rebelde”

     
    Constantes mudanças de horário, queda de audiência, confusões nos bastidores da novela. Não faltaram problemas na segunda fase de “Rebelde”, da Record. Por isso mesmo, a trama teen vai acabar antes do previsto. Com exibição anteriormente garantida até novembro, o folhetim teve o seu fim antecipado para o dia 12 de outubro.
     
    O encerramento da novela pegou os fãs de surpresa, que correram para as redes sociais para protestar. Mas não há como lutar contra os números. “Rebelde”, que chegou a marcar 11 pontos de média em sua primeira temporada, em 2011, registra atualmente média de seis pontos nos bons dias. Cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande SP.
     
    A emissora pretende reaproveitar os jovens talentos revelados no folhetim em outras produções da casa.

    1 de outubro de 2012

    Relembre cinco 5 gafes de programas matinais.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Procon quer o fim da publicidade em “Carrossel”. *


    O novo “baú da felicidade” de Silvio Santos está na mira da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). O órgão quer o fim dos merchandisings na novelinha “Carrossel”, sucesso comercial e de audiência do SBT.
     
    Aliado ao Instituto Alana, ONG que atua nos direitos da criança e do consumidor, o órgão pretende brecar os anúncios inseridos no folhetim infantil. “Esse tipo de publicidade abusa da deficiência de julgamento das crianças”, fala Renan Ferraciolli, assessor chefe do Procon-SP.
     
    Segundo levantamento do Alana, ficção e publicidade se misturam demais na novela. Em uma das cenas de “Carrossel”, a professora Helena (Rosane Mulholland) surgiu ao lado de um médico (ficcional) falando da importância do chocolate na vida das crianças. Tratava-se então de um merchandising da Cacau Show.
     
    Após dois encontros entre dirigentes do Procon e do SBT, a emissora não aceitou retirar os merchandisings, que surgem em quase todos capítulos do folhetim. O SBT, via assessoria, diz que ofereceu em contraproposta retirar só as ações protagonizadas por crianças, o que também não foi aceito.
     
    O Procon pretende agora tomar medidas mais duras contra o SBT, que vão de uma multa (de no máximo R$ 6 milhões) até uma ação judicial.
     

    Latino grava clipe 'Despedida de Solteiro' em Florianópolis. *

     
    O cantor Latino não perde um sucesso internacional. Pegando carona no badalado clipe do cantor coreano Psy e a sua divertida "Gangnam Style", Latino começou a gravar o clipe da versão “abrasileirada” da música, intitulada "Despedida de Solteiro". As gravações de algumas cenas foram feitas nesta sexta-feira (28), em uma praia de Florianópolis. Ao lado de várias mulheres de biquínis, muitas taças de champagne e alguns amigos, o cantor rodou alguns takes na praia de Jurerê Internacional.

    Margareth Menezes é a nova contratada da Rede Globo. *

     
    A Rede Globo está de olho nas estrelas baianas. Depois de fechar com Ivete Sangalo, que atua no remake de "Gabriela" e com Claudia Leitte, que compõe a bancada de jurados do The Voice, a emissora firmou contrato com a cantora Margareth Menezes. Maga vai mostrar seu lado atraz na série O Canto da Sereia. Segundo informações da jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo, as gravações começam em outubro, com previsão de estreia em janeiro de 2013. A minissérie, baseada no livro homônimo de Nelson Motta, terá apenas oito capítulos e trará Ísis Valverde como protagonista. A história investiga o caso de uma cantora de axé assassinada em pleno Carnaval de Salvador.
    *BahiaNoticias
     

    Claudia Leitte mostra foto de Rafael com pezinho de pato. *

    IMAGEM_NOTICIA_5

    Mesmo sem apresentar para a imprensa seu segundo filho Rafael, de pouco mais de um mês, Claudia Leitte utilizou seu perfil no Instagram para postar uma foto engraçada do bebê. Na noite desta sexta-feira (28), a musa do axé mostrou apenas o pezinho de Rafael. "Pezinho de pato do bebê gostoso e gorducho", escreveu a cantora ao compartilhar a imagem com seus seguidores.

    Fãs de Hebe promovem campanha pelo Dia Mundial do Selinho

     
    Os fãs da apresentadora Hebe Camargo querem deixar a marca principal da loura imortalizada. Nas redes sociais, já vem sendo desenvolvida uma verdadeira campanha para instituir o Dia Mundial do Selinho, uma das maiores características da Dama da TV. Os fãs pedem que o dia 29 de setembro, dia em que a apresentadora deu adeus a este mundo, seja um marco e, portanto, uma forma de Hebe ser sempre lembrada através do Dia Mundial do Selinho. Será que a brincadeira pode virar realidade? A homenagem é justa...

    Marcadores

    2008 (197) Arquivo (374) Bahia (7) BBB (79) Como Pensam... (11) Crônica (1) Culinária (9) Filmes (44) Humor (86) Ivete Sangalo (5) Música (218) Notícias (44) Novelas (5) Política (23) Saúde (26) Televisão (955) Variedades (183) Veneno (3) Vídeos (173)