17 de abril de 2012

“Cheias de Charme” estreia com bons sinais e vontade de ser diferente

0 comentários

Em televisão não há futurologia e, portanto, é arriscado afirmar se uma novela será ou não sucesso com apenas o capítulo da estreia. Todas as atenções e investimentos da equipe de produção estão voltados para os primeiros momentos de um folhetim, fazendo com que o resultado seja sempre acima do esperado. Entretanto, um primeiro capítulo dá sinais dos elementos que serão utilizado no decorrer da trama. E parece que “Cheia de Charme” reúne condições de ter um bom voo e ferramentas para enfrentar possíveis turbulências no decorrer de sua viagem. 

O primeiro capítulo de “Cheia de Charme” mostrou ritmo e concentrou a história nas protagonistas e na antagonista Chayene, muito bem interpretada por Claudia Abreu. Aliás, a atriz, sem dúvida, será a principal garantia de um voo tranquilo do folhetim. Tais Araújo, Leandra Leal e Isabelle Drumond também deixaram claro no primeiro capítulo que se prepararam muito bem para o novo trabalho. Neste sentido, acho que valerá a pena reparar um pouco mais em Ricardo Tozzi. Quem assistiu aos capítulos que já estão editados garante que o ator se saiu muito bem nos dois papéis (Fabian e Inácio Paixão) que terá em “Cheias de Charme” e mostra definitivamente que não quer ser apenas o rostinho bonito da TV e se preparou para desafios maiores. 

 “Cheias de Charme” estreou com 35 pontos de média, o equivalente a 56% do público do horário. Os executivos da Globo aprovaram o resultado, que corresponde à mesma média da estreia de “Aquele Beijo”.
 Publicado em 17 de abril de 2012 por José Armando Vannucci

Leave a Reply