5 de janeiro de 2012

Entrevista com Íris Abravanel SOBRE “CORAÇÕES FERIDOS”!

0 comentários

0,,14945244,00

1.O que o público pode esperar de Corações Feridos?

Íris Abravanel - Uma história rica em conteúdo, dinâmica, com a qualidade de imagem e fotografia que se comparam as melhores do mundo. Cada personagem é intenso e o elenco está maravilhoso. Um dos personagens que mais gosto é a Janaína (Lívia Andrade) que faz o papel da caipira ingênua, fogosa e virgem. Outro é o Dante (Antonio Abujamra) um culto escritor, solteirão convicto, que será conquistado por Loreta (Yara Jamra), uma mulher simples do campo. O telespectador terá a oportunidade de ser despertado em todos seus sentimentos e suas emoções, desde o primeiro capítulo.

2.O que te levou a adaptar o folhetim La Mentira, de Caridad Bravo Adams?

Íris Abravanel - Decidi por esta novela da Caridad Bravo Adams pela história que é muito boa e para melhor aproveitamento do acervo do SBT.

3.Quais as principais dificuldades que encontrou para adaptar a novela mexicana?

Íris Abravanel - Nosso povo é muito parecido com o povo mexicano. Lidamos com problemas muito similares de governo, corrupção, violência, trânsito e analfabetismo. A principal dificuldade foi acrescentar o senso de humor que nosso povo mantém mesmo nas situações dramáticas. Novela é entretenimento.

4.Quais as principais diferenças das tramas mexicanas para as tramas brasileiras? E também as característica em comum.

Íris Abravanel - As tramas mexicanas são bem mais dramáticas. O brasileiro, de um modo geral, gosta de pitadas de humor nas situações do cotidiano. Os temas para todas as novelas são os mesmos. São diversas as situações dramáticas que servem de ingredientes para se fazer uma novela. O segredo está em fazer a mistura certa e que agrade ao público.

5.Você criou novos núcleos, personagens, mudou, reescreveu o enredo?

Íris Abravanel - A trama principal é muito intensa, com situações ágeis, e a história foi mantida bem próxima da original. Foi criado um núcleo para que pudesse servir de "orelha" para alguns personagens, pois isso faltou no contexto da novela original. A novela foi totalmente reescrita, porque os scripts estavam em espanhol, e também devido a formatação característica da teledramaturgia do SBT.

6.A trama trata de temas como alcoolismo, drogas, etc. Qual a importância dos temas socias nas novelas?

Íris Abravanel - Como eu disse anteriormente, novela é entretenimento, o público quer ter diversão. Entretanto, a novela deve ter identificação com o telespectador. Creio que é nosso dever procurar transmitir de forma positiva soluções para os dramas que afligem a sociedade, como drogas, alcoolismo etc. Em Corações Feridos está mais enfatizado o problema do codependente, cujo sofrimento é igual ou ainda maior que o dos próprios dependentes.

7.Em uma das tramas, por meio dos personagens vilões, Corações Feridos trata questões como a ganância, jogos de poder e manipulações de todo o tipo. O vilão é uma peça chave para a trama?

Íris Abravanel - A vilania sempre estará presente nas novelas, assim como na nossa vida. O maior perigo de qualquer ser humano é cair nas garras de sua própria ganância e necessidade de poder. É aí que começa toda espécie de manipulação, mentiras e falcatruas. A verdadeira liberdade do ser humano é poder colocar suas necessidades no devido lugar e sentir-se pleno em qualquer circunstância. Corações Feridos vai mostrar tudo isso. Não poderíamos reconhecer o bem, se não tivéssemos o conhecimento do mal.

8.É a terceira novela que você escreve... Como autora, o que mudou da primeira para a terceira?

Íris Abravanel - Tive que estudar, ler muito e correr atrás do tempo perdido. Adquiri mais conhecimento e experiência mesmo numa fase em que poderia estar aposentada. Tenho procurado transmitir a todos que não devemos desistir nunca e que sempre é tempo de recomeçar. Vale a pena lutar em qualquer idade por aquilo que acreditamos.

9.Você gosta da obra de Caridad Bravo Adams? Sente identificação em relação as obras dela?

Íris Abravanel - Admiro as obras de Caridad Bravo Adams, que foi uma mulher extremamente capaz e à frente de sua época. Procurei encontrar alguma identificação com a autora e com a obra para poder fazer um trabalho coerente e bem feito. Minha responsabilidade maior é fazer uma novela que agrade ao público do SBT.

10.Quais as questões conflitantes da nossa época que você quis trabalhar em Corações Feridos?

Íris Abravanel - Um dos maiores conflitos dos nossos dias é o egoísmo e a ganância, além da violência, claro.

11.De que forma trabalha com os colaboradores?

Íris Abravanel - São sete colaboradores e todos nós fazemos tudo. Desde a tradução, escaletas, desenvolvimento das cenas, etc. Faço questão que todos estejam por dentro de toda a trama. Somos uma equipe.Trabalhamos juntos desde a primeira novela e eles estão evoluindo comigo. Os mais jovens já estão terminando a faculdade.

12.Qual a sensação ou expectativa de quando uma novela está para ir ao ar?

Íris Abravanel - A sensação é de missão cumprida e a expectativa de que agrade ao público.

Leave a Reply