8 de agosto de 2011

60 curiosidades sobre o Chaves e sua turma.

1 comentários
  1. O nome original de Chaves em espanhol é "El Chavo". A palavra "chavo" é uma gíria que, no México, significa "menino", "garoto" ou "moleque". Também pode ser usada no feminino, como "chava", para se referir a uma menina. Mas como no Brasil esse termo não existia, e o nome "Chavo" soaria estranho na dublagem em português, o personagem ganhou o nome de "Chaves" na dublagem brasileira, por ser um sobrenome bastante comum. Na série original os moradores da vila sempre chamam o Chaves de "el Chavo" e nunca dizem o verdadeiro nome. Por isso, em várias cenas, quando alguém pergunta qual é o nome do Chaves, a resposta dele sempre é interrompida por outra pessoa que aparece falando ao mesmo tempo. Na dublagem em português, essas cenas perdem um pouco do sentido, devido à existência do nome do Chaves. Na canção "Que Bonita Vecindad" (mais tarde traduzida como "Que Bonita Sua Roupa") tem um verso em que o Chaves faz suspense quando vai dizer o seu nome, mas acaba não dizendo: "Mi nombre es… el Chavo / Toda mi ropa es un autentico remiendo". O verso foi adaptado como "Eu sou o famoso Chaves / Todos dizem que minha roupa é remendada".
  2. O seriado também foi dublado em italiano, sob o nome "Il Cecco della Botte" (literalmente, "O Chaves do Barril"). O nome das personagens eram: Cecco(Chaves), Chicco (Quico), Signore Bartolomeo (Seu Madruga), Florinda (Dona Florinda), Chiquirita (Chiquinha), Prof. Cacciapalle (Professor Girafales), Signor Baciccia (Seu Barriga) e La Strega del 71 (Bruxa do 71).
  3. No Episódio O Dia de São Valentim, Dona Florinda chama Chiquinha de Filhinha e Linda.
  4. Há um fato curioso no episodio O DESPEJO DO SEU MADRUGA (RECORDAÇÕES) onde ocorre um flashback que já se mostrava a bisavó da Chiquinha. Será que nesse episódio já se falava na saída do Seu Madruga?
  5. No final da década de 80 início dos anos 90 surgiram boatos que os atores do seriado haviam morrido em acidente de avião. Isso foi apenas especulação, sendo que os atores já falecidos, não morreram em tragédias.
  6. A TV Globo, no início dos anos 2000 tentou comprar o seriado, com o objetivo de não permitir que seu concorrente o SBT mantivesse o seriado em sua grade de programação. A TV Globo não foi bem sucedido, pois o contrato com a Televisa, exigia que a emissora passasse o seriado em sua programação, sendo que o desejo da emissora carioca era apenas não permitir a transmissão pelo SBT.
  7. No episódio SEU MADRUGA CARPINTEIRO há um fato curioso. Em uma das cenas Seu Madruga deixa cair o martelo no pé esquerdo, mas quando ele vai na casa dele enfaixar o pé, ele volta com o pé direito enfaixado.
  8. Um dos principais fatores do sucesso de "Chaves" e "Chapolin" no Brasil, foi a dublagem feita pelo estúdio Maga. As vozes dos atores escolhidos para dublar os personagens foram bem elogiadas, já que é comum a perda de um pouco da comidicidade original durante este processo.
  9. Em 1991, a Editora Globo publicou mais de 56 gibis do Chaves. Porém, alguns personagens apareceram diferentes: Nhonho ficou loiro (no seriado o cabelo era preto), a roupa de Dona Clotilde ficou roxa em vez de azul, e o terno preto do Quico passou a ser azul. Pópis, por sua vez, parece ser confundida com Paty. Apesar de no gibi a sobrinha de Glória ter características da sobrinha de Dona Florinda (como o vestido rosa, a boneca Serafina e o seu próprio nome), Pópis tinha o cabelo parecido com o de Patty no seriado (porém loiro). Assim como Paty no seriado, Pópis nos gibis chamava muito pela tia quando era incomodada, em vez de dizer "Conta tudo pra sua mãe". Também nos gibis, tanto o Chaves quanto o Quico se mostravam apaixonados por ela em algumas histórias.
  10. No episódio A Casa da Bruxa do 71, durante o sonho de Chaves, Quico e Chiquinha, Satanás é um gato ao invés de um cachorro.
  11. O carro de Seu Barriga, que aparece em alguns episódios, é uma Volkswagen Brasília, modelo de fabricação brasileira mas que também foi fabricado no México.
  12. No episódio Vamos ao cinema?, uma das frases mais clássicas do seriado é dita por Chaves: "Seria melhor ter ido ver o Pelé". No original, o filme que vão assistir é El Chanfle, estrelado pelo elenco do seriado e que fala justamente de futebol.
  13. Em 1978, foram rodados os últimos episódios em que o Quico aparece. O último episódio que Carlos Villagrán gravou como Quico foi Aula de primeiros socorros. A saga de Acapulco, gravada em 1977, só foi exibida em 1979. Os episódios de Acapulco foram os últimos episódios exibidos no México, com a presença do Quico. Com a canção "Boa Noite Vizinhança", tocada no último episódio de Acapulco, Quico se despediu da série. A canção não é uma espécie de homenagem de Chespirito a Villagrán, ao contrário do que muitos pensam.
  14. Tangamandápio, o local onde o carteiro Jaiminho nasceu, existe de verdade e é uma pequena cidade mexicana localizada no noroeste do estado de Michoacán.
  15. Seu Madruga, apesar de estar sempre desempregado, já desempenhou as mais diferentes profissões: vendedor de churros, vendedor de balões, entregador de lenha, treinador de futebol americano, fotógrafo, carpinteiro, leiteiro, professor, pintor, sapateiro, barbeiro, mecânico, lutador de boxe, vendedor de artigos usados ("velho do saco"), empresário artístico, jornaleiro, cabeleireiro e mestre de obras.
  16. No episódio Seu Madruga Leiteiro, Quico brinca com uma nave de astronauta que Chaves a confunde com uma garrafa de leite. Trata-se de um brinquedo da nave soviética Vostok I, tripulada por Yuri Gagarin, primeiro homem a ir ao espaço, em 1961.
  17. No episódio "Quem Abaixa as Calças Fica Sem Elas", Professor Girafales insulta Seu Madruga de "Impudico, despudorado, Marlon Brando!". É uma referência ao filme Último Tango em Paris (1972) de Bernardo Bertolucci.
  18. No começo da série, Roberto Gomez Bolaños teve que economizar dinheiro para montar o cenário, pois a Televisa não bancava nada. Por isso o cenário era todo feito de papelão e isopor.
  19. Em um episódio, Seu Madruga faz referência a uma convenção de bruxas na cidade colombiana de Bogotá, perguntando se a Dona Clotilde não havia voltado de lá. Esta convenção existiu realmente: ocorreu em 1977. A escritora brasileira Clarice Lispector participou do evento como convidada.
  20. O ex-jogador Hugo Sánchez (maior ídolo do futebol mexicano) foi apelidado pela torcida de El Chavo Del 9, em referência a série de TV. Sánchez participou das copas de 1978 na Argentina, de 1986 no México e de 1994, nos Estados Unidos.
  21. Chaves mora no apartamento nº 8. Mora de favor, pois Seu Barriga não cobra aluguel para o menino não morar na rua e nem no barril. O nome da série, porém, nada tem a ver com o apartamento de Chaves, e sim pelo fato de a série ser exibida no canal 8 de televisão do México. Ainda assim, o fato passou para a série na forma do número do apartamento de Chaves.
  22. O personagem Héctor Bonilla é representado por ele mesmo. Ele é um ator mexicano, de grande prestígio e sucesso por lá. Apareceu na vila no episódio Um Astro Cai Na Vila, em que todas as mulheres (Chiquinha, Dona Clotilde e até Dona Florinda) ficaram encantadas por ele. O episódio tem duas partes, mas a primeira jamais foi exibida no Brasil.
  23. Quanto à passagem para o segundo pátio, situada entre as casas da Dona Clotilde e do Seu Madruga, há duas diferenças. Em alguns episódios (como O Belo Adormecido), quando a câmera direciona o outro pátio, a passagem é direta. Em outros (como A Galinha da Vizinha é Mais Gorda do Que a Minha), há a janela do quarto da Chiquinha, fazendo com que os personagens andassem mais para chegar a este pátio.
  24. No episódio Vamos ao Cinema, Dona Florinda diz que o Quico vai morar com a madrinha rica dele. Este foi um episódio em que Carlos Villagrán estava afastado da série.
  25. O episódio em que Chiquinha vai visitar as tias em Presidente Prudente foi improvisado pela produção. Boatos da época diziam que a atriz María Antonieta de las Nieves ficou grávida e precisou se ausentar das gravações.
  26. Em 1988, Ramón Valdés morreu. Entretanto, ao contrário do que muitos acreditam, esta não foi a causa da saída de Seu Madruga da série. Ele saiu em 1979 e voltou no Programa Chespirito em 1981, fazendo poucos episódios antes de sua saída definitiva. Uns dizem que o motivo da saída de Seu Madruga foram problemas de saúde. Outros alegam que ele seguiu Carlos Villagrán, participando do programa "Ah, que Kiko!". Em resposta à saída de Ramón, Bolaños deu mais notoriedade a personagens secundários como: Dona Neves (convertida em personagem permanente para tapar a lacuna deixada por Quico e Seu Madruga, interpretada por Maria Antonieta), Jaiminho (criado para o mesmo propósito), Nhonho (interpretado por Edgar Vivar, o mesmo intérprete do Seu Barriga) e Pópis (Interpretada por Florinda Meza).
  27. Um dos maiores erros da numeração das casas da vila foi a inversão de números. Normalmente, os números das casas são: 14 (Dona Florinda), 71 (Dona Clotilde) e 72 (Seu Madruga). Em alguns episódios, como O Dia de São Valentim e Vamos Ao Cinema?, o número da casa de Dona Florinda era 24, e em outros episódios chegou a ser 42. Quanto à Dona Clotilde, o número de sua casa já foi 73 e também 14 (apenas por uma cena). Finalmente, a casa de Seu Madruga chegou a ter o número 14, no episódio que o Chaves foi mordido por um cachorro. Em um episódio, era o primeiro da série, Seu Madruga morava no 14. Nessa época, Quico já teria se despedido do seriado.
  28. Os atores Florinda Meza, María Antonieta de Las Nieves, Edgar Vivar, Ricardo de Pascual e Abraham Stavans ganharam personagens duplos no seriado. María Antonieta interpretou Chiquinha e Dona Neves. Florinda interpretou Dona Florinda e Pópis. Edgar interpretou Seu Barriga e Nhonho. Ricardo interpretou Senhor Furtado e Senhor Carequinha/Senhor Calvillo e o Garçom do Restaurante, e Abraham Stavans interpretou o Freguês do Restaurante e o Dono do Parque. Nota: Ricardo de Pascual e Abraham Stavans não precisavam fazer trabalhos duplicados como María Antonieta, Florinda e Edgar.
  29. Uma das versões da Patty, que rivaliza com Chiquinha, foi vivida por Veronica Fernandez, filha de María Antonieta de las Nieves foi num episódio especial do programa Chespirito de 80 minutos de 1987. A versão mais conhecida no Brasil da Paty foi vivida por Ana Lilian de La Macorra.
  30. Com a "partida" de Seu Madruga, Dona Florinda passou a ser uma mulher mais calma. Quando estava irritada, ela descontava nas crianças da vila.
  31. Os episódios da Cruz Vermelha, do Quico doente, da chegada de Dona Neves e do protesto tiveram os menores elencos: 4 atores.
  32. O último episódio do restaurante, foi gravado em 1990. Da vila em 1991.
  33. Na vila do Chaves, de todos os apartamentos da vila, o que foi mais ocupado era o apartamento 23, na escada. Primeiro, ocupado por Glória e Paty, que o deixaram por motivos desconhecidos. Em segundo lugar, por Dona Edwiges, a "louca da escada", que se mudou também por razões desconhecidas. Depois disso, Glória e Paty retornam aquela casa no alto das escadas (mas elas já eram outras). Depois elas foram embora. Finalmente,quando o seriado era uma esquete, foi ocupado por Jaiminho, o Carteiro, que ficou como inquilino permanente até o fim da esquete em 1992. O apartamento de Glória e Paty também teve o número 24.
  34. Quico tem duas formas diferentes de escrita de seu nome (o nome verdadeiro do personagem é Frederico, o mesmo de seu pai). No episódio da venda de refrescos, seu quiosque tinha o nome "Super de Quico". No episódio O Vendedor de Balões, Chiquinha diz a Chaves que seu pai tem um grande cliente chamado "K" "I" "K" "O".
  35. O nome do Professor Girafales também tem outra forma de escrita: pode ser escrito com J (Jirafales). No episódio "Bilhetes Trocados", o nome é grafado com J, no bilhete.
  36. Carlos Villagrán também interpretou Frederico, o pai de Quico. No episódio O Despejo do Seu Madruga, em que Dona Florinda olha as fotografias, acontece umflashback em que Frederico se despede de Florinda. Percebe-se que Quico herdou os mesmos trejeitos do pai, inclusive o cale-se, cale-se, cale-se, você me deixa louco!.
  37. Com a saída da Chiquinha em 1973/1974, o Quico ganhou muito destaque. Nos fins do anos 1970, quando ele sai, aconteceu o inverso: Chiquinha passou a ocupar seu destaque.
  38. No episódio O dia das crianças, no início da música, Chaves cita o Mickey Mouse da Disney. Chaves usa até as suas orelhinhas no clipe. Há também outra referência ao Mickey no seriado. Em alguns episódios, a bola do Quico tem um desenho do Mickey.
  39. No seriado, já foram citadas várias celebridades, mas as mais conhecidas são: Maitê Proença, Xuxa, Pelé, Dom Pedro I, Hector Bonilla (que apareceu em um episódio), Maradona, Hugo Hoyama (nos DVD's), Luís Pereira,Rodolfo Rodriguez e Starsky & Hutch (é citado no episódio "O Vale de Um Milhão de Cruzeiros").
  40. Mesmo levando cascudos do Seu Madruga, Chaves demonstra afeição especial por ele. Isso faz com que Chaves, carente de uma figura paterna, veja em Seu Madruga uma forma de corresponder este sentimento. No episódio O Aniversário de Seu Madruga, Chaves mostra esta afeição defendendo Seu Madruga de Chiquinha e Quico, pensando que os dois iriam matar o homem. Ao final do episódio, o engano é esclarecido: tratava-se de um frango que Chiquinha queria preparar para o aniversário do pai. Mesmo assim, Chaves persegue Chiquinha e Quico. Além desse episódio, em um outro, onde o Quico fazia aniversário e a festa era feita na casa dele mesmo, o Chaves pegava "escondido" (na verdade, na frente do Quico e Dona Florinda) pedaços de bolo e os guardava em seu bolso. A princípio se pensa que a comida é para ele, mas ao final do episódio, ele reparte o que pegou com o Seu Madruga à noite; ambos jantam juntos, dividindo comida e refrescos na ocasião. E até mesmo Seu Madruga parece se preocupar com Chaves, como é demonstrado em alguns episódios, como por exemplo no episódio de Os Farofeiros, ele mergulha na piscina para resgatar Chaves que parecia não ter saído da água, apesar dele não correr perigo real.
  41. No episódio A Catapora da Chiquinha, Seu Barriga diz a Seu Madruga que vai examinar a Chiquinha, por ter sido médico. Na vida real, o ator Edgar Vivar era médico, antes de entrar para o seriado.
  42. Apesar de ter seu primeiro episódio exibido somente em 1971, o elenco começou a trabalhar junto em outros programas em 1969.
  43. Angelines Fernández, Germán Robles e Angélica María (que fez a Iara no episódio Aula de História) são as únicas que não nasceram no México. Angelines e Germán são de origem espanhola: ambos nasceram em Madri, na Espanha. Angélica María nasceu em Nova Orleans, nos Estados Unidos. Além disso, Angelines foi a única do elenco que nasceu na Europa, não na América do Norte.
  44. Quando Seu Madruga saiu da casa de Dona Florinda para vender churros e pediu para as crianças não gozarem dele, a casa de Dona Florinda se transforma num fundo preto. Isto acontece devido a inexistência da parede ali. Nunca se viu aquele ângulo em nenhum episódio.
  45. A cena final do episódio Epidemia de Gripe revela que no lado da porta da casa de Seu Madruga há um canto que nunca foi visto na série. Alguns creem que esse canto é uma outra passagem para o outro pátio, entretanto nenhum personagem utiliza esse "corredor" para ir ao segundo pátio. É naquele canto onde ficam as câmeras que gravam os episódios.
  46. No Chapolin, também há uma personagem chamada Dona Neves, interpretada por Maria Antonieta de Las Nieves.
  47. Há uma abreviação do nome de Chiquinha. A abreviação é: Chilis, vem de Chilindrina, nome oficial da personagem em espanhol.
  48. Na série a casa do Seu Madruga tem o número 72 mas no desenho o número da casa é 10.
  49. No primeiro episódio, a casa da Dona Clotilde tinha o número 5 em vez de 71.
  50. O SBT exibe a primeira parte do episódio Abre a torneira, de 1977, sendo que a segunda parte é inédita no Brasil. No lugar desta, é exibida a segunda parte do episódio As paredes de gesso, de 1978 ,sendo que este episódio tem a primeira parte que também é inédita no Brasil.
  51. No episódio Matando aula no domingo,de 1979, tem um fato curioso, eles matam aula no domingo mas no dia anterior eles vão para escola, ou seja, tem aula no sábado.
  52. As BGMs (músicas de fundo que tocam durante a série) do seriado são nada menos que composições famosas de instrumentistas norte-americanos como Pete Winslow, Tony Hymas e John Charles Fiddy e não estão presentes na versão original do programa. Quando a série chegou ao Brasil, a Maga (atual Marshmallow), estúdio onde foi feita a dublagem da série, não recebeu a trilha original pronta, com as ME's e, em consequencia disso então, utilizou LPsantigos, até então engavetados, com gravações de vários artistas norte-americanos. Tal prática foi utilizada também na produção do programa no México; um dos temas de abertura da série foi The Elephants Never Forget, de autoria do compositor francês Jean Jacques Perrey.
  53. Nas dublagens mais antigas, Chiquinha é chamada de Francisquinha, que é o diminutivo do seu nome, Francisca; e Seu Madruga era chamado de Seu Ramónreferência a Don Ramón, nome original.
  54. No episódio "Aula de História", o Prof. Girafales(na dublagem brasileira) erra o ano em que Independência do Brasil aconteceu, em vez de 7 de setembro 1822, foi 7 de setembro de 1922.
  55. A música tema dos encontros do Professor Girafales e Dona Florinda é, originalmente, trilha sonora do filme "E o Vento Levou", e se chama Tema de Tara.
  56. A cozinha de Seu Madruga é mostrada na parte final do 2ª episódio dos Espíritos Zombeteiros.
  57. A música tema do Seu Madruga (Don Ramon) na versão brasileira, muito provavelmente, teve sua melodia inspirada na música "Never Say Die!", do Black Sabbath. Lembrando que os temas dos personagens são exclusivos da versão brasileira e assim como as BGM's, não existem na versão original.
  58. A partir 4 de agosto de 2003, o seriado deixou de ser exibido diariamente chocando e surpreendendo o Brasil inteiro. Notícias foram divulgadas em todas as revistas sobre a saída do seriado após 19 anos ininterruptos de exibição. Chaves voltou à programação no dia 1º de setembro de 2003 após muitos apelos do Brasil inteiro, e com uma novidade: a volta dos episódios perdidos com a exibição de Chifrinhos de Nozes. Até o dia 15 de setembro de 2003, a série Chaves exibiu em quase todos os dias episódios não apresentados desde 1992.
  59. No dia 29 de julho de 2011 realizou sua primeira twitcam que foi vista por mais de 40 mil fãs em todo o mundo, alcançando o trending topics em vários países. Ao final, pelo twitter, suas palavras foram: "Nunca me había sacudido tanto un acontecimiento como éste. Gracias a todos por acompañarme a mi primer Twitcam o como se diga ¡no dolió!"
  60. Em comemoração ao seu aniversário de 30 anos, o SBT anunciou que fará um program especial onde seu elenco de apresentadores e artistas interpretaram os personagens da série.

One Response so far

Leave a Reply

Marcadores

2008 (197) Arquivo (374) Bahia (7) BBB (62) Como Pensam... (11) Crônica (1) Culinária (9) Filmes (44) Humor (84) Ivete Sangalo (3) Música (214) Notícias (42) Novelas (3) Política (23) Saúde (25) Televisão (941) Variedades (183) Veneno (3) Vídeos (167)