23 de maio de 2011

Você se lembra? - RADICAL CHIC.

0 comentários

Radical Chic foi um programa de televisão brasileiro apresentado na Rede Globo.


Insipirado na personagem criada pelo cartunista Miguel Paiva, estreou em 19 de abril de 1993 ás 17 horas.

O Programa

Era um híbrido de programa humorístico e game-show apresentado por Maria Paula. Nele, Andréa Beltrão interpretava a personagem em várias esquetes, e dessas esquetes eram tirados os temas que seriam perguntados depois no jogo. O jogo era uma competição de perguntas e respostas entre adolescentes do Ensino Médio ou universitários, com equipes separadas por sexo. A equipe que mais acumulasse pontos ganhava prêmios em dinheiro.


A grande final foi disputada pelos rapazes do Colégio Estadual Pedro Alvares Cabral (CEPAC) e as moças do curso de idiomas Yágizi, sendo vencida pelos rapazes do CEPAC e recebendo o prêmio de CR$ 500.000,00 (quinhentos mil cruzeiros reais), o maior prêmio pago por um game show televisivo até então. Também com as excelentes atuações cômicas de Ewerton de Castro e Eduardo Martini, em ambos nos papeis do Garçom Oliveira.

Repercussão

Apesar do sucesso entre adolescentes, o programa sofreu várias críticas. Um dos motivos é porque se parecia demais com o quadro Sexolândia, sucesso no Domingão do Faustão na época. Além disso, as tentativas de levar ao ar games-show envolvendo adolescentes não foram bem sucedidas, tendo em vista o anterior Bobeou Dançou (apresentado por Xuxa) e o posterior Ponto a Ponto, comandado por Márcio Garcia, exemplos de programas que ficaram pouco tempo no ar. Se por um lado a produção o programa recebia cartas de telespectadores da Argentina e do Uruguai, por outro apenas Andréa Beltrão era elogiada pela sua atuação da personagem Radical Chic.


E por fim, alguns dos temas propostos por vezes envolviam sexo, o que fez com que o programa sofresse várias intervenções da Vara da Infância do Rio de Janeiro. Meses depois da estréia, apenas estudantes maiores de idade eram aceitos para participar do programa.

Palavras da "RADICAL CHIC" - personagem de Miguel Paiva.

"Certas dietas são simples. É só cortar açúcar, frituras, massas, molhos, bebidas alcoólicas, pães, biscoitos e... os pulsos."

"Que me despreze, me maltrate, me agrida, tudo bem. Mas não falar de mim nem pro analista, é demais."

"Dizem que estou ficando amarga, enjoada, ácida, sem graça.

Não é verdade. É só colocar limão, adoçante, sexo, gelo, brilhantes e mexer gostoso, que eu fico maravilhosa!"

"Adoro quando os feirantes, os porteiros e os pedreiros do meu bairro me chamam de gostosa. É a comunidade solidária!"

"Paulo era lindo, sensível, carinhoso, engraçado, elegante, delicado, gostoso, honesto, companheiro, discreto... e gay."

"E aí a gente vai sair daqui, vai para um motel, aí vai transar, aí vai querer de novo, aí eu me apaixono, aí você vai dizer que não quer compromisso, aí eu vou achar você um babaca, aí a gente vai brigar, aí eu vou te odiar...

“Tem certeza de que ainda quer saber o meu nome?"

"Sexo seguro, pra mim, é transar com o melhor amigo."

"Faço dieta americana, uso produtos franceses, malho com um personal neozelandês, faço localizada com uma russa, e não adianta. Não consigo diminuir essa bunda brasileira."

"Terminei com o Betão. A gente se entendia superlegal, gostava das mesmas coisas, tinha tesão um no outro, se tratava com carinho, detestava o cinema iraniano... mas faltava conflito, entende?"

"Faço meditação, aeróbica, judô, musculação. Jogo xadrez, vídeo game, King e batalha-naval. Estudo antropologia, física quântica, matemática e arqueologia. Escalo montanhas, faço vôo livre, salto de pára-quedas. Leio, escrevo, toco piano, pinto e bordo.

“Ufa!!!!! ... O que a gente não faz para compensar a falta de sexo gostoso".

"Casamento é loteria. Agora, me responda, com sinceridade: quantas vezes você já ganhou na loteria?"

Leave a Reply