10 de março de 2010

Cientista usa microscópio hi-tech para fotografar insetos em 3D.

1 comentários
Foto mostra mosca doméstica botando a língua para fora; Gschmeissner escolheu cada inseto por causa das formas e dos padrões visuais.
O fotógrafo científico aposentado Steve Gschmeissner, 61 anos, usou um SEM (microscópio de escaneamento eletrônico, em tradução livre) para ampliar suas espécies favoritas de insetos até um milhão de vezes.

O resultado são imagens em 3D incríveis destes seres, revelou nesta terça-feira (9) o jornal inglês DailyMail.
 
O SEM é bem mais poderoso do que os microscópios tradicionais que só conseguem ampliar as imagens até mil vezes.

O microscópio tira fotos bem de perto de qualquer inseto ao bombardeá-lo com elétrons. Os elétrons enviam de volta mensagens que ajudam a criar uma imagem superprecisa – revelando cada detalhe do corpo dos insetos, até o último fio de cabelo.

Fazem parte da coleção uma mosca doméstica botando a língua para fora, uma pulga humana e uma abelha.

Gschmeissner escolheu insetos por causa de suas formas e pelos padrões visuais de seus corpos.

O fotógrafo disse que “para qualquer pessoa envolvida com microscópios, o SEM é o brinquedinho mais moderno que existe”.
 
O SEM custa entre 150 mil libras (R$ 400,4 mil) e 500 mil libras (R$ 1,33 bilhão), mas poucas pessoas no mundo têm acesso a esse aparelho de última geração.

One Response so far

  1. Dinolite says:

    Prezados, boa tarde!

    Conheça uma novidade em Entomologia:

    http://dinolitebrasil.blogspot.com.br/2012/03/bem-vindo-ao-mundo-encantado-dos.html

    Muito obrigada, abraços!

Leave a Reply

Marcadores

2008 (197) Arquivo (374) Bahia (7) BBB (62) Como Pensam... (11) Crônica (1) Culinária (9) Filmes (44) Humor (84) Ivete Sangalo (3) Música (214) Notícias (42) Novelas (3) Política (23) Saúde (25) Televisão (941) Variedades (183) Veneno (3) Vídeos (167)